Oh Snap!

Please turnoff your ad blocking mode for viewing your site content

Os 7 tipos de bicicleta mais comprados

Neste texto iremos falar bastante do mundo do ciclismo, citando os diferentes tipos de bicicleta que existem.

As diversas modalidades dentro do ciclismo que existem, como são as bicicletas específicas para essas modalidades.

Iremos comentar também sobre diversas peças que compõem as bicicletas, como, por exemplo, os tipos de aro, suspensão, catraca, freio, passador de marcha, guidão, e muito mais.

Bicicleta urbana

Como o próprio nome diz, as bicicletas são ideais para uso na cidade, perfeitas para pedalar nas ruas, ciclovias e parques.

Seu design costuma ser simples e leve, como o das bikes de passeio.

Também possui marchas e assento confortável.

Dentro dessa classificação, existem diferentes tipos de bicicletas, como as urbanas clássicas, as retrôs, as híbridas e assim por diante.

A questão do estilo está diretamente ligada ao gosto e a personalidade do ciclista e não, necessariamente, ao desempenho.

Este tipo de bicicleta proporciona maior estabilidade, pois o ciclista pedala um pouco mais em pé, mas isso por outro lado, dificulta vencer subidas e desempenhar uma boa velocidade.

As bicicletas urbanas, normalmente, são de tamanhos aro 26 para adultos e aro 24 para crianças, com pneus mais grossos para trajetos mais irregulares.

Os tamanhos com rodas 700 mm são indicados para estradas de asfalto e estradas lisas.

Veja na Amazon

Mountain bike

Essa é a bicicleta mais popular no Brasil é sem dúvida o principal tipo de bike para iniciante.

E o motivo para a popularidade é que essa magrela é muito versátil.

Embora ela seja planejada para pedais em áreas de terra, também pode ser usada para outros tipos de terreno, incluindo o asfalto, ainda que com menos velocidade.

A principal característica da mountain bike é a presença da suspensão, que pode ser dianteira ou full suspension (dianteira e traseira).

Os pneus também são mais largos e contam com cravos que dão mais aderência para quando for pedalar na terra.

Existem diferentes tipos de guidão para mountain bike, como, por exemplo, o modelo guidão Flat (reto) e o modelo guidão Riser (elevado).

O primeiro é uma boa opção para encarar subidas íngremes, sua característica é uma barra direta, sem curva, promovendo ao ciclista muito mais precisão.

O segundo, possui curvas e é elevado, dando ao ciclista maior conforto ao pedalar. 

O guidão pode ser de carbono ou de alumínio.

No caso do guidão de carbono muitos ciclistas o preferem por ter menos peso, maior absorção de impactos fazendo o ciclista não sentir tanto, mais conforto.

Porém a necessidade de maior cuidado com quebras por ser um material mais frágil do que o alumínio.

Se você é o tipo de ciclista que cada grama conta, então ele é o mais indicado.

Já no caso do guidão de alumínio ele não precisa cuidar tanto com quedas como o de carbono, ele é confortável e mais pesado, mas a diferença é baixa.

Se você é o tipo de ciclista que não se incomoda tanto com o peso, ele é uma ótima opção.

Veja na Amazon

Bicicleta híbrida

A bicicleta híbrida é uma mistura de mountain bike, speed e bikes de turismo, sendo uma verdadeira “faz tudo”, ideal para quem deseja pedalar em diferentes terrenos e momentos do dia.

Oferece uma boa variedade de opções de engrenagens e freio.

Rápida e leve, ela pode se aplicar muito bem a qualquer ciclista, mas não chega a ser excepcional para nenhum estilo de pilotagem específico.

Quando você olha para essa bicicleta, ela tem um design parecido com uma mountain bike.

Mas a diferença está nos pneus híbridos que rodam bem no asfalto e oferecem um pouco de tração em estradas de terra batida.

Veja na Amazon

Bicicleta dobrável

É um tipo de bicicleta urbana ideal para quem precisa de mais facilidade na hora de se deslocar pela cidade – ou ainda tem o hábito de levar a bike para curtir momentos em outras cidades.

Além disso, tem aceleração mais rápida graças às suas rodas menores.

Não são muito eficientes para longas distâncias e as boas bicicletas dobráveis tendem a ser caras.

Esse tipo de bicicleta, é menos veloz e menos eficaz em subidas se comparado com as bicicletas convencionais.

Na hora de comparar os modelos, considere alguns pontos, como:

O peso (pode oscilar entre 9 a até 18 kg), a facilidade na dobragem, o tamanho (em geral, elas medem entre 70 a 80 cm de comprimento, 20 a 40 cm de largura e 60 a 70 cm de altura).

A transmissão (nem todas as bikes dobráveis têm troca de marcha) e se o modelo é elétrico ou tradicional.

Outro ponto importante é o tamanho das rodas.

Esse valor é dado em polegadas e existem versões de 26, 20 ou 16 polegadas.

As de 20 polegadas são as mais comuns e que oferecem maior estabilidade, sendo ideais para trajetos mais longos.

Veja na Amazon

Bicicleta elétrica

A bicicleta elétrica tem sido usada como uma ótima substituta de carros e motos para realizar diversas atividades cotidianas.

Essas bikes contam com uma bateria para ajudar você no tráfego, o que torna a pedalada mais fácil.

Porém, é muito pesada e suas baterias podem não ter uma boa quilometragem.

Sendo que a velocidade máxima de auxílio não passa de 25 km/h e autonomia de 30 a 40 km.

Basicamente, existem dois tipos de motores nessa bike que variam conforme a propulsão oferecida.

O pedal assistido ou pedelec são os modelos nos quais o motor ativa o modo de propulsão conforme o ritmo das pedaladas cai, fornecendo um impulso adicional.

E os modelos com aceleradores são os mais completos que fornecem propulsão sem a necessidade de pedalar.

A partir da bateria carregada, o ciclista consegue controlar a aceleração na manopla, poupando o fôlego.

Veja na Amazon

Bicicleta speed

As bicicletas de estrada, também chamadas de speed, são voltadas para quem deseja velocidade e performance no asfalto.

E também existem modelos específicos para pedalar nos velódromos.

Essas bicicletas são direcionadas para a prática esportiva e são mais difíceis de pilotar.

Esses são os modelos mais leves do mercado, cujo principal objetivo é a velocidade.

Seu quadro é frequentemente confeccionado em alumínio, por sua leveza, mas as melhores opções são feitas em carbono, que oferece menor impacto.

Seu pneu é muito estreito, com calibragem muito alta.

São duros, leves e geram o mínimo de atrito possível, exigindo maior técnica e prática do ciclista.

Não é muito recomendada para iniciantes, uso em pisos escorregadios ou em área urbana, pois o pneu fino e liso, é mais propício a furos.

Veja na Amazon

Bicicleta ergométrica

Bicicletas ergométricas são uma das formas mais populares de fazer exercício, dentro e fora das academias.

Essa adaptação da bicicleta elimina os perigos de andar na rua e garante exercícios para condicionamento, resistência muscular das pernas e glúteo, perda de peso, contribuindo muito para a saúde.

Mas na hora de escolher qual bicicleta ergométrica utilizar surgem muitas dúvidas, pois existem diferentes tipos de bicicleta ergométrica.

Poucas pessoas sabem as diferenças entre a horizontal e a vertical.

Por isso, é necessário comparar as duas e descobrir qual a melhor opção para alcançar seus objetivos.

Também chamada de bicicleta ergométrica reclinada, coloca o usuário em uma posição que ajuda pessoas com dores nas costas e pescoço.

É um equipamento de academia que atende idosos, grávidas, pessoas com sobrepeso e problemas de coluna, mas que não tem menos efeitos para os demais.

A bicicleta ergométrica horizontal reduz ainda mais os impactos em articulações e ajuda na recuperação muscular e na melhora da circulação.

Além disso, como todos os equipamentos de cardio, auxilia muito na perda de peso.

Pela posição mais reclinada e com suporte para as costas, exige menos do atleta e trabalha a musculatura causando menos fadiga.

A bicicleta ergométrica vertical promove um trabalho muscular mais intenso que o conseguido na horizontal.

Isso acontece porque esse equipamento permite regulagens que simulem subida de morros e pedal ao ar livre.

Por meio da variação de intensidade, é possível melhorar o trabalho do corpo e alcançar resultados mais rápidos.

Veja na Amazon

Tipos de bicicletas para iniciantes

A bicicleta urbana é ideal para os iniciantes pois é bastante versátil, existindo também diversos modelos, para todos os tipos de gosto.

Um outro tipo de bicicleta que é ideal para os iniciantes é a bicicleta elétrica, assim como a bicicleta mountain bike, pois ela é muito versátil e segura.

Bicicleta para profissionais

Existem algumas marcas que são conhecidas por criarem as melhores bicicletas para as suas respectivas modalidades no mundo profissional.

Como, por exemplo a Eddy Merckx no setor pelas suas bicicletas speed.

A Trek pelas suas bicicletas mountain bike, a GT pelas suas bicicletas BMX.

This div height required for enabling the sticky sidebar